Pai, minha base!


Sempre via crianças com os pais separados e nunca tentei imaginar a dor que elas poderiam ter sentido e sentir, nunca me preocupei muito com isso, mas agora aos 18 anos, meus pais se separaram, por motivos que agora não vem ao caso, já passei por tanta coisa por ele, a meu pai, apesar de nunca ter te dito um "eu te amo" você sabe que és tudo pra mim, a minha fortaleza e sem você aqui em casa tá sendo muito difícil.
Entrar no seu quarto e não te ver, me causa uma dor enorme e lágrimas me vem a face, e me pergunto por que a vida tem que ser assim, apesar disso tudo, tem um lado bom, eu e você estamos mais próximos, os abraços são verdadeiro e "oi, como você está?" nunca foram tão sinceros e importantes, mas se agora você não está aqui do meu lado, é por que Deus sabe o que faz, tenho certeza disso. Depressão, nossa aos meus 14 anos pros 15, ver o senhor "louco" sendo internado a força numa clinica, passar o natal sem você, não foi tão facil, acho que aquilo, me fez ser a garota mulher que sou hoje, que todos dizem ser, madura demais pra idade que tem, eu vi naqueles momentos que a vida não deveria ser levada tanto na brincadeira que o "mundinho cor de rosa" não era tão cor de rosa assim, aprendi muito com você e ainda estou aprendendo.
Então pai, eu sou o que sou, por que sou sua filha, como sempre diz a minha mãe, puxei tudo ao senhor até o olhar pra madeira empenada (melhor nem explicar) .... eu te amo José Barbosa!


Beijuxxx ;*

0 comentários :