Mais do que posso ser.


As vezes me pego chorando, lágrimas as quais os motivos eu não sei descrever. Desejos e sonhos que eu mesma esqueço que tenho, se você pudesse ver a minha alma através do meu sorriso, você choraria junto comigo. Pensamentos, sentimentos, um turbilhão, tudo junto e misturado.
Mais um vez eu me pergunto se é o que realmente quero, observo as pessoas ao meu redor e posso ver que não existe somente a mim com essas confusões e que fazem estar em fases da lua, brincando, séria, sorrindo, brigando, feliz e do nada ao colocar a cabeça no travesseiro vir um vazio no peito, lágrimas que brotam e rolam pela minha face, se soubesse pelo menos o por que de tal. Mas choro, me alívio e me pego ao mesmo tempo sorrindo. Percebo que me esforço mas do que sou. Não tinha resposta, talvez ainda não tenha, mas compreendi que me envolvo de mais em coisas que não fazem parte da minha vida, se você está errado e eu te mostro isto de forma dura, após, estou me sentindo péssima pois me coloco no lugar de tal. Escrevo coisas desconexas em que só eu talvez, talvez, entenda. A vida é assim mesmo, lhe impõe limites as quais seu psicológico não está acostumado então você se depara com tais reações, queria poder arrancar todos estes sentimentos. Começar do zero, para de me preocupar com o que não diz respeito a mim, conselhos uma vez lá ou outra.
Desculpe-me se este post está sem lógica, mas eu precisava dele para centralizar minhas ideias, e deixar a vida correr o rumo que sempre deveria e não o que está sociedade impõe. Ser eu mesma!

0 comentários :