Dopada


Você é feliz? Sua resposta automática: Sim! Pergunte agora pra si mesmo no seu interior, sou feliz? Faço o que realmente quero? Saiu realmente por que tenho vontade? Não importa a situação, as vezes você sai de casa por que fulano disse que iria ser legal, você sorri, finge se divertir, mas por dentro está achando um "saco"!
Vê certas coisas que não te agrada, mas você se acostuma, só por que outra pessoa gostou e te disse: como estou feliz! E sua resposta é aquele simples "também'' acompanhado de um sorriso que não é necessariamente de alegria, parou para pensar quantas coisas deixou de fazer, falar, evitar, enfim só para que os outros vejam, ou pense que você está feliz só por que a tua escolha agradou a eles e não a você? você fica rindo, concordando, mas no fim do dia ao colocar a cabeça no  lágrimas rolam em sua fase, o vazio aperta, mas você não sabe o motivo. Quantas coisas você fez na vida por que realmente queria? Se fez pelo menos uma saberá que o sorriso em seu rosto vem tão fácil que nem se dá conta que está sorrindo, com o passar do tempo você vai ficando dopado, é assim que me sinto, dopada com esta felicidade que a sociedade quer e nos impõe a ter. As coisas passam a nossa volta, e deixamos ir, voltar atras as vezes é tarde de mais, viver uma vida que não é sua, quando se livrará disso? Agirá realmente como quer? Estar dopada é deixar que os outros façam você viver uma vida, como avia dito, que não é sua, é sorrir, quando na verdade quer chorar, e por alguns segundos você também acredita que é feliz.
Acordar é uma questão de querer, gritar quando haver necessidade de extravasar tudo aquilo que está preso na garganta, eu não quero continuar dopada, não quero viver a felicidade que os outros querem. quero ser realmente ser feliz, sorri, sabendo que naquela noite não irei chorar sem me sentir só, é apenas uma questão de viver a minha própria felicidade.

0 comentários :