Estou me afastando!


Me afastar, demorei demais para perceber que este dom de dizer sempre o que as pessoas querem ouvir, me colocar no lugar delas e fazer o impossível para ajuda-las estava acabando comigo. Estava sempre aqui, de ouvidos "abertos", pronta pro que for, mas sempre que precisei, sempre me viraram as costas, é, eu vou me afastando, aos poucos, talvez assim a minha saúde mental e espiritual melhore.
Sabe quando você se sente pesada e sem saber o por que? Ou simplesmente se preocupa com as pessoas ao ponto de fazer tudo por elas mesmo que não receba nada em troca. Eu era assim, a partir de hoje, não mais! Precisei de um bom tempo e de escutar fingimentos para entender que não adianta, nem todos gostam, nem todos entendem, eu me dei conta no ultimo segundo, e eu ainda fiquei pensando se deveria ir até lá, esclarecer. Oi? Não mais, sempre corro, sempre pergunto, sempre me rebaixo, sempre ajudo, cansei simples assim. A vida vai passando, e vou percebendo o que não deveria ter feito e o que não fiz para ser honesta não me arrependo de nada, por elas estou aqui hoje, mudando meus conceitos por algumas pessoas que determinantemente ajudei por demais chegou a minha hora de deixar de lado coisas que não tem haver comigo, sei que virão atras, e a resposta será: tarde de mais! Se darão conta de tudo que fiz e não foi reconhecido, se isto é um desabafo? Quem sabe! Ao certo, apenas quero me afastar, de tudo que me faz mau, me atrasa, me atinge, me afastar daquilo que me faz perder tempo, chorar, sofrer e que me faz questionar se realmente é certo, se prender as coisas que nada convém com a sua vida só te leva para trás e mais e mais até que você não suporta e explodi e eu não estou nem um pouco "afim" de explodir, amo minha vida, eu me amo, eu carregava tristezas, pesadelos e dores que não eram minha, tentava ajudar quem sempre fingiu ouvir e sempre fez ao contrário, meus ombros ardiam, pesavam, agora não mas! A vida é assim, um livro onde todos os dias temos uma página em branco para ou continuar na burrada ou fazer um novo começo e eu quero um novo começo, pois sei que ele sim, me vará bem e os ombros? É diria que estão ótimos! A algum tempo parei de me importar com os pré-julgamentos que faziam de mim, e agora parei de me importar com quem não merece, conselho? Sim, eu tenho esse dom, psicologia ai vou eu, não sei quando, mas vou pelo menos eu não vou me sentir tão mau e ainda irei receber por isso (o lado sociedade de pensar, capitalismo Brasil!). Estou me afastando, exercício difícil esse em, mas o tempo ajuda, eu vou me acostumar a "congelar meu coração".
Quero viver em paz comigo, tomar as minhas decisões e não as dos outros, viver a minha vida apenas a minha, claro, por que se te pedem ajuda e conselhos você estará vivendo e respondendo a vida e decisões da tal pessoa correto? Então, chega, a minha vida já basta e é isso que estou e irei fazer.

0 comentários :