Confuso e contraditório - Amor


  Não sou a pessoa mais indicada a falar sobre amor, afinal não fui fisgado por tal sentimento complexo, confuso, contraditório e louco chamado amor! Ou talvez fui! Mas te digo, ninguém sabe explicar o amor, em suas variáveis formas, das mais singelas até as mais absurdas.
  Quem nunca viu ou ouviu alguém dizer que é capaz de tudo por amor? Quem nunca ouviu falar que fulano matou fulana por que a "amava" e não queria que ela fosse de "ninguém", mas você se pergunta: Isso é amor? Na cabeça da pessoa é, talvez seja, talvez não, você sabe me dizer se esta amando de verdade? Se está ao lado de quem ama ou está com uma pessoa, mas pensando em outra? Garganta seca, pernas tremulas, mãos suadas, sorrisos inadequados ao ver a pessoa, o sofrimento a agonia, o aperto no peito por "amar" tal pessoa e não te-la por perto, para alguns estar apaixonado é magico, para outros é torturante, mas o fato é que amores de explosões ao meu ver nem sempre tem muito futuro, o amor duradouro é construído e não adquerido. O pior é ficar confuso entre dois corações, e se perder em seus sentimentos sem saber o que fazer, nessa hora o melhor é ser racional, mas afinal por mais que tentamos entender, compreender e explicar o amor, talvez nunca possamos chegar na resposta concreta sobre tal, nem mesmo a ciência, estaria esta pessoa que vos escreve sendo absurda em dizer isso?

" Vivo sozinho pensando em você, vejo imagens, retratos de nós. Olho pro espelho sinto o meu coração, ouço baixinho o som da sua voz. Dizendo pra mim que é sobrenatural, esse amor fora do normal. Dizendo pra mim que sou o seu astral, que esse amor que está em mim é tão real. Eu viajei no seu olhar, no teu sorriso, nos teus segredos, eu descobri o que é amar, pelos toques dos seus beijos" ( Jorge & Matheus - Seu Astral)
 


0 comentários :