Para que, amar?

"Para que, amar, se ao se jogar contra a parede dá o mesmo resultado"
        O certo é que um dia ou outro você irá se apaixonar, por mais que diga a si mesmo que não acontecerá com você, ou se já sofreu com tal, repeti tal frase: "não quero mais amar". Leigo é este que ainda não aprendeu que para o amor, não há dia, hora, mês, sexualidade e muito menos idade! Ele apenas acontece, alguns doem, outros te fazem crescer.
        Mesmo que este crescimento seja na dor de perder ou ganhar este "tal amor", usando a metáfora do coração .... O coração não escolhe quem entra, quem sai, e quando você se dá por si, já olha aquela pessoa de um jeito diferente, os defeitos dela passa a ser algo interessante aos seus olhos, a risada, o jeito de mexer no cabelo, até o minimo gesto te faz "delirar", e você começa a perguntar-se, a questionar-se quanto a este sentimento que por mais que a ciência tente explicar, ninguém tem tal resposta para a sua complexidade, o amor não vem com um manual, não te diz para se proteger das lágrimas, não te diz que iras encontrar mais dor do que realmente a felicidade, para se ter um grande amor, se esta feliz agora ao lado de alguém, quantas barreiras, quantas coisas viu, teve e ouviu para estar, onde chegou?
        Todavia, não adianta se proteger, não adianta não querer ter alguém ao seu lado, não adianta viver sem querer se "apegar". Um dia, ele te alcança, e te leva a patamares que jamais imaginou estar e sentir. Mas antes disso tudo, se ame para que possas amar ao outro, faça do outro aquilo que queria que fizesse para si, não procure, não se retraia, quando é para acontecer, acontece! Para que. amar? Para ser feliz e nada mais!

0 comentários :